• Menu
    • Quem Somos
    • Ensino
    • Aconteceu
    • Para Refletir
    • Localização
    • Contato
    • Área Reservada

Para Refletir

Os Números da Fama

Postado por: Junior Yapondjian em: 26/11/2015

Os números da fama – Artur Ávila – o qual venceu seus momentos de Neymar ao ganhar a medalha Fields, o Nobel de Matemática, dá alguns conselhos:

Descendo ao plano
Na escola, a matemática pode ser divertida, desafiante, um jogo mental, e não apenas uma repetição monótona de problemas entediantes, e aí o cérebro vai criando pequenas imagens e atalhos para se aproximar da resposta.

Alternativas
O desafio colocado pelas olimpíadas de matemática dá um bom empurrão às crianças. O aluno vai procurar a informação por ele mesmo, busca recursos na internet, pergunta ao pai, ao amigo, se vira. A olimpíada tem custo baixo para o impacto amplo. Motiva milhões. Devíamos ir mais atrás desse tipo de medida no lugar de fazer algo como o Ciência sem Fronteiras, que manda jovens para fora do país. É grandioso, mas não sustentável no longo prazo, além de não atacar as verdadeiras prioridades.

Matemática para quê?
Para tomar boas decisões, exercer melhor a cidadania e não ser facilmente ludibriado por aí, é preciso saber o mínimo sobre os números. No Facebook, as pessoas são bombardeadas o tempo todo por estatística idiotas. É bom ter capacidade para discernir. Estamos falando de uma ciência que alimenta todas as outras, impulsiona o conhecimento e o avanço da tecnologia da qual todos nós usufruímos.



Fonte: Revista Veja

Os Números da Fama