• Menu
    • Quem Somos
    • Ensino
    • Aconteceu
    • Para Refletir
    • Localização
    • Contato
    • Área Reservada

Para Refletir

Dengue

Postado por: Junior Yapondjian em: 26/11/2015

Era uma vez um menino chamado Henrique. Henrique, como toda criança de 8 anos, era alegra, gostava muito de brincar com os amigos, era muito esperto e inteligente.

Até que em um sábado, Henrique ficou doente, muito doente. Ele teve: febre alta, fortes dores de cabeça, dor atrás dos olhos, vômitos, tontura, muito cansaço e dores no corpo.

Seus pais, Roberto e Luíza, ficaram muito preocupados e resolveram levar o menino ao médico.

Chegando lá, foram logo atendidos pelo doutor Miguel. Quando foram fazer o exame de sangue, descobriram que o menino estava com Dengue e o Doutor resolveu explicar melhor sobre o assunto: “A dengue é um vírus muito forte e seu transmissor é o mosquito AEDES AEGYPIT.

O mosquito é preto com listras brancas e a fêmea pões seus ovos em qualquer recipiente que tenha água limpa e parada. Por isso não podemos deixar potes com água fora de casa, se tiver vasos com plantas, cubra os pratinhos com areia.

As garrafas plásticas, deixe – as de cabeça para baixo, deixe pneus em área cobertas sem água dentro, se tiver recipiente grandes com água que será reutilizada, não os deixe abertos, tampe – os. E se tiver animais de estimação, lave os pontinhos com água e sabão a cada troca de água.

Mas cuidado! A dengue clássica pode ser confundida com uma gripe por isso é bom prevenir desde cedo”.

Assim, com os remédios, Henrique foi curado e, junto com seus pais, limparam o quintal de sua casa e resolveram alertar todos da família para que o casa não se repita.



Texto produzido pela aluna Nicole Fernandes – EF7A

Dengue